Foto em Pauta, Volume 3, Ano 2020

A proteção de dados pessoais e da imagem: a contradição entre se exibir e se proteger

31 de março de 2020
The Bolt, Jean-Honoré Fragonard, 1777

Thiago Guimarães de Barros Cobra

Muito tem sido debatido sobre aspectos técnicos da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (“LGPD”). Entretanto, o escopo deste ensaio é menos técnico (viés já exaustivamente discutido), e mais reflexivo sobre a ambivalência e contradição da proteção de dados em uma sociedade em que a própria construção da “persona social” é baseada na auto exposição da imagem.

Seguindo a tendência global, o Congresso Nacional editou a LGPD (Lei N. 13.709/2018), com a vigência prevista para se iniciar em agosto de 2020 (se não tivermos uma nova prorrogação). Desde sua publicação, sobretudo as empresas que promovem tratamento de dados vêm se informando e adaptando práticas para observar as diretrizes da LGPD. Entretanto, estariam as pessoas prontas para conviver de maneira honesta e razoável com a proteção de dados, ou seu próprio comportamento de constante exposição é contraditório e incompatível com essa proteção?  Leia mais…

Entrevista, Volume 2, Ano 2019

Carlos Gandara fala sobre a XXX Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco

18 de julho de 2018

A Err01: Revista de Fotografia entrevistou Carlos Gandara, Presidente do Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul, que neste ano de 2018 está promovendo a XXX Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco.

A Bienal é o maior evento fotográfico do fotoclubismo no Brasil. Ela premia as melhores fotografias realizadas por membros dos fotoclubes de todo o Brasil. Trata-se de um evento artístico e cultural que reúne profissionais, amadores e um público incalculável de pessoas que, de alguma forma, são tocadas pelas imagens e pela forma singular de construção de sentido operada pelas imagens.

Com o apoio da Confoto, as bienais são eventos realizados de modo intercalado, com uma bienal de arte fotográfica em cor e outra em preto e branco, promovidas de modo itinerante em diferentes fotoclubes do Brasil.

Confira a entrevista:

Leia mais…

Entrevista, Volume 2, Ano 2019

A fotografia contemplativa de Yuri Bittar

24 de março de 2018

A fotografia contemplativa é uma experiência oriental, que procura conectar o ato fotográfico com práticas de meditação. Muito diferente da cultura capitalista ocidental, essa experiência fotográfica não procura resultados, tampouco coloca o valor de uma fotografia em critérios de eficiência informativa ou funcionalidade plástica. É um modo de vivenciar a fotografia como atitude contemplativa da simplicidade do cotidiano e da relação que com ele estabelecemos. Leia mais…

Editorial, Volume 1, Ano 2018

Editorial: a fotografia contemporânea em uma perspectiva descolonizadora

15 de março de 2018

“Há um Err01 na conexão entre significado e significante” – Rafael Simioni.

A expressão “Err01” é o código de erro de algumas câmeras fotográficas quando há um problema na conexão entre a câmera e a objetiva. Como no Err01 das câmeras, a fotografia contemporânea também apresenta uma desconstrução da correlação semiológica entre registro fotográfico e a realidade objetiva do mundo externo. A questão não está mais na conexão entre fotografia e realidade. Há um Err01 na conexão sígnica entre significado e significante. Leia mais…

Pensar a Imagem, Volume 1, Ano 2018

Nelson Chinalia: fotografia e verdade

14 de março de 2018

Nelson Chinalia ©, Violência Nua, 1995.

“Toda imagem é uma tentativa de passar para o outro uma mensagem. E o poder dessa mensagem está ligado ao seu conhecimento. O quanto você entende de mundo, porque você está mostrando uma parte do mundo para alguém e isso você mostra não apenas com o seu olhar, mas com todo seu universo cognitivo, com todo seu conhecimento.” Nelson Chinalia. Leia mais…

Pensar a Imagem, Volume 1, Ano 2018

Luciano da Costa e a fotografia como forma de pensamento

5 de março de 2018

“Por estar muito próximo à discussão urbana em meu trabalho, dedico muito de minha atenção às cidades e aos modos como elas se desenvolvem e evoluem no tempo. Junto a isso, a noção de paisagem comparece constantemente em minhas fotografias. Sou fascinado pelas mudanças de luz e como elas modelam o espaço, permitindo conhecer novas formas de viver e morar no mundo” – Luciano da Costa. Leia mais…

Foto em Pauta, Volume 1, Ano 2018

Bruno Kaiuca, entre o fotojornalismo e a arte

2 de março de 2018

O começo

Meu interesse pela fotografia surgiu quando eu tinha 18 anos. Tinha acabado de fazer 18 anos quando viajei para a Europa. Sempre fui muito introspectivo. Quase não senti o início da fotografia para mim. Quando criança, pegava a máquina fotográfica dos meus pais para fotografar o cotidiano, a apresentação de balé da minha irmã, pegava a câmera a tomava a frente. Começava a capturar as coisas. Naquela época minha relação com a fotografia era pausada, porque eu não tinha equipamento e era tudo muito caro. Precisava de filmes e eu não tinha como pagar por isso. Dependia da ajuda dos meus pais para comprar filmes. Leia mais…